CALVICIECALVICIE FEMININAESTÉTICAPARA O SEU ROSTO

Calvície feminina

Cirurgia plástica post-calvice-feminina

Ela começa na adolescência e por volta dos 20 anos à mulher já nota uma rarefação no topo da cabeça, que pode ser provocada pela genética, alterações hormonais, inflamações no couro cabeludo e dietas com baixa proteína. Por isso, o mais indicado é procurar um especialista que pedirá exames de sangue e biopsia do couro cabeludo. Depois, com o diagnóstico em mãos, ele irá indicar o melhor tratamento.

Via oral – São indicados suplementos nutricionais especiais para o cabelo, normalmente, com sais minerais e cofatores que entram na composição dos fios, como vitamina B, ferro, zinco e até queratina.

Bloqueadores enzimáticos – Como catalisadores, eles aceleram reações químicas orgânicas e impedem a transformação de hormônios em outros processos metabólicos que fazem os cabelos caírem.

Injetáveis – Bloqueadores enzimáticos e vitaminas, além de peptídeos, conhecidos como fatores de crescimento, são aplicados no couro cabeludo para evitar a queda dos fios e estimular o nascimento de novos.

Laser – Ele serve para estimular o crescimento dos fios, pois tem ação anti-inflamatória.

Micropigmentação capilar – É definitiva, mas apenas camufla a calvície, ao escurecer o couro cabeludo por meio da aplicação de pigmentos específicos que produzem a ilusão de maior densidade capilar.

Preste atenção

 

Foto: 32

Diariamente, perdemos de 50 a 100 fios de cabelo, o que é  normal, porque o nascimento dia a dia deles se mantém nessa mesma faixa. No entanto, o crescimento do cabelo não é imediato, pois a raiz hiberna por quatro meses até que nasça um novo fio que, por sua vez, demora mais ou menos quatro anos antes de se soltar novamente da raiz. Portanto, antes da calvície propriamente dita, é comum se dar um afinamento dos fios, a ponto de se enxergar o couro cabelo.

Constatada essa situação, se o ralo do banheiro ou a escova de cabelos, com o passar das semanas, concentra um grande número de fios, é chegado o momento de se procurar um especialista, que irá indicar o melhor tratamento. Lembre-se apenas que o transplante capilar não é uma técnica ideal para as mulheres. Como a maioria delas apresenta uma calvície difusa e poucas áreas de doação de fios, o procedimento raramente alcança o intento desejado.

Comments (1)

  1. Salvo como favorito, gosto muito do seu blog minha querida!

Comente aqui