NOTÍCIAS

Importância da cinta modeladora pós-cirúrgica

Após a lipoaspiração, lipoescultura ou abdominoplastia, o uso da cinta modeladora sempre é recomendado, porque, além de funcionar como apoio e proteção à área operada, a peça acelera a cicatrização, evita a flacidez e, graças à compressão que oferece, mantém a postura correta do paciente. Entre os modelos encontrados em lojas de lingerie, de produtos ortopédicos ou nas próprias clínicas que realizam as cirurgias, os mais indicados são os de colchete com uma abertura inferior (que permite idas menos trabalhosas ao banheiro), que facilitam tanto o vestir quanto o retirar.

Lembre-se apenas que a cinta deve estar ajustada corretamente ao corpo. Caso aperte, pode prejudicar o procedimento e causar dor, aumento de edema e dobras na pele que, por sua vez, ocasionam isquemias (diminuição ou suspensão da irrigação sanguínea), que podem gerar uma marca fixa na região. Já em relação ao tempo de utilização, que pode alcançar até a 1 ano, ele depende de acompanhamento médico, pois envolve a acomodação da pele ao novo contorno corporal.

Comente aqui