CIRURGIAS PLASTICASLIFTING FACIALRITIDOPLASTIA

Lifting facial (Ritidoplastia)

Cirurgia plástica post-face

A cirurgia reparadora da face é um procedimento cirúrgico que melhora sinais visíveis de envelhecimento no rosto e no pescoço, tais como flacidez no terço médio da face, vincos profundos abaixo das pálpebras inferiores e ao longo do nariz que se estendem ao canto da boca, perda de tônus muscular na face inferior (que pode causar papada), pele frouxa e excesso de depósitos de gordura sob o queixo e a mandíbula.  Dependendo do grau de mudança desejado, pode ser realizado o lifting tradicional,  o lifting  com incisão limitada ou o lifting  de pescoço:

Lifting tradicional – a incisão começa na região temporal do couro cabeludo, continua em torno da orelha e termina na parte inferior do couro cabeludo. A gordura pode ser esculpida ou redistribuída na face, na papada e no pescoço. O tecido subjacente é reposicionado comumente nas camadas mais profundas da face e os músculos são elevados. Uma segunda incisão abaixo do queixo pode ser necessária para melhorar o aspecto de envelhecimento no pescoço.

Lifting  com incisão limitada – utiliza cortes menores na região temporal, em torno da orelha e, por vezes, dentro das pálpebras inferiores ou sob o lábio superior.

Lifting de pescoço – as incisões do começam muitas vezes na frente do lóbulo da orelha, passam por trás da orelha e terminam na parte inferior do couro cabeludo.

Suturas ou adesivos de pele são usados para fechar os cortes, cujas linhas, com a cicatrização, ficam bem escondidas no couro cabeludo e nos contornos naturais do rosto e das orelhas . Já os resultados, que não restauram a aparência nem interrompem o processo de envelhecimento, aparecem com a diminuição do inchaço e dos hematomas.

Aumenta procura masculina pela Ritidoplastia

 

Foto: 23 (aqui é foto de homem mesmo)

 

O mito de que a mulher se cuida mais do que o homem foi derrubado em 2016 pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), que registrou mais de 726 mil liftings faciais realizados no sexo masculino entre 2009 e 2016. No entanto, entre homens e mulheres há uma pergunta comum: irei rejuvenescer quantos anos com o procedimento? A resposta depende da avaliação do cirurgião plástico, dos sinais existentes da face, da textura da pele, entre outros fatores. Mas certamente os resultados são bem surpreendentes, pois o avanço das técnicas do lifting, além de reposicionar os tecidos, restaura o volume perdido e traz de volta a harmonia do seu rosto, mas sem aquela temida aparência de rosto puxado e esticado de antigamente.

Comente aqui