ESTÉTICALIPOCAVITAÇÃOPARA O SEU CORPOTENDÊNCIAS

O que é Lipocavitação

Cirurgia Plástica lipocavi

O tratamento estético, também chamado de lipo sem cirurgia, é feito por um aparelho de ultrassom que emite ondas que penetram nas células de gordura da barriga, coxas, flancos e costas, estimulando a destruição delas. A partir daí, os restos celulares são direcionados para as correntes sanguínea e linfática, das quais são eliminados pelo organismo. Consequentemente, ele modela e define o corpo, enquanto também melhora o aspecto da pele e diminui a celulite, com a vantagem de não doer.

Já na primeira sessão, é comum o paciente perder cerca de 3 a 4 cm e, em média, mais 1 cm nas sessões subsequentes.  Contudo, são necessárias até 3 sessões, que demora em média 40 minutos cada uma, para que seja percebido o resultado definitivo, desde que o tratamento seja combinado a uma dieta equilibrada, drenagem linfática e exercícios físicos aeróbicos.

Note ainda que, embora os riscos sejam mínimos, a lipocavitação (contraindicada para mulheres com DIU e gestantes, obesos, diabéticos, hipertensos, portadores de doenças cardíacas, hepáticas ou renais, próteses, placas ou parafusos metálicos, varizes, flebite, colesterol alto, epilepsia, paralisia e processos inflamatórios na área a ser tratada), só deve ser feita em uma clínica de estética especializada ou consultório de um fisioterapeuta dermato-funcional, já que pode causar queimaduras na pele e aumento do colesterol ruim. Além disso, cabe ao profissional determinar o número de sessões de acordo com o objetivo do paciente e da quantidade de gordura acumulada.

 

Anote

 

Foto: 53

 

Durante a lipocavitação, como o ultrassom é emitido por uma máquina, à área corporal tratada recebe uma camada de gel, cuja função é facilitar tanto o deslocamento circular do cabeçote do aparelho quanto a absorção da energia ultrassônica que, por sua vez, penetra até a gordura subcutânea para, então, gerar pequenas bolhas nos adipócitos. Essas mesmas bolhas vão aumentando e causando a agitação no interior da célula. Por fim, elas se rompem e se dividem em ácido graxo, que se liga a albumina e é eliminado através do fígado, e ao glicerol, que é solúvel em água e eliminado pela urina. No entanto, ainda cabe ao paciente realizar atividades físicas em até 4 horas após o procedimento, no intento de facilitar a eliminação da gordura que, caso contrário, poderá se recolocar parcialmente em outra parte do corpo.

 

Comente aqui